Entre inúmeras paredes

Sophie Calle e Grégoire Bouillier 2009

Sophie Calle e Grégoire Bouillier na Flip 2009

por Laura Assis*

É comum que haja, por parte dos leitores, curiosidade acerca da vida pessoal dos escritores, ligada principalmente a uma busca pela correlação entre fatos reais e ficcionais. Mas, no caso da mesa “Entre quatro paredes” (Flip 2009), mais do que lembrado, o plano íntimo dos acontecimentos foi escancarado, já que era impossível falar das obras de Sophie Calle e Grégoire Bouillier sem tocar em questões particulares.

Em alguns momentos, os convidados, o público e até mesmo o mediador não conseguiam não rir de perguntas inusitadas como “você tem outra versão para o término?”, que apesar de parecerem inadequadas para um debate literário, ali faziam todo sentido.

Foi a primeira vez que o ex-casal se encontrou publicamente. Mas quem esperava um embate, foi surpreendido por uma discussão que, apesar de passar por assuntos íntimos e delicados do passado de ambos, acabou se configurando como mais uma prova de que os limites entre vida e arte nunca são facilmente demarcáveis.

* Laura teve seu texto selecionado a partir da ação que iniciamos em nosso Facebook, no dia 28 de maio. A ideia era que os interessados enviassem relatos da melhor discussão literária que já presenciaram na Flip. Os outros textos escolhidos serão publicados no blog ao longo do mês.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: