Impossível ignorar o amor

Sophie Calle e Gregóire Bouillier

Mesa 12: Entre quatro paredes na Flip 2009, com Sophie Calle e Gregóire Bouillier

por Joelson Vasconcelos*

A mesa da FLIP que mais me marcou aconteceu no sábado da edição 2009. Sophie Calle e Gregóire Bouillier, ex-namorados, tratavam sobre a fronteira sutil que separa arte e vida pessoal, já que as obras dos dois tinham como tema em comum os desenlaces pós-separação.

O que já era interessante por si só ficou ainda melhor quando percebi que o debate foi parar no público presente à tenda do telão. Várias pessoas, em pequenos grupos, discutiam sobre os limites da ética ao expor a vida íntima do parceiro, mesmo que em forma de arte. Tomava-se até partido dos entrevistados, em que uns diziam que Gregóire fora oportunista ao abandonar Sophie quando ela o ajudou na sua carreira, enquanto outros diziam que ela fazia papel de vítima. Opiniões firmes e passionais sobre dois personagens de uma história real.

Enfim, já presenciei debates acalorados na FLIP, mas ver esse calor se espalhar no público da maneira como aconteceu, foi a primeira vez. Impossível ignorar o amor, mesmo aquele que termina.

*Joelson teve seu texto selecionado a partir da ação que iniciamos em nosso Facebook, no dia 28 de maio. A ideia era que os interessados enviassem relatos da melhor discussão literária que já presenciaram na Flip.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: