Mesa 13 | O paraíso mora ao lado

Entre utopias e infernos nascem as narrativas de Juan Villoro e Etgar Keret

Juan Villoro dividiu uma mesa com o israelense Etgar Keret neste sábado (2) / Foto: Walter Craveiro

Juan Villoro dividiu mesa com o israelense Etgar Keret neste sábado (2) / Foto: Walter Craveiro

Zonas conflituosas por excelência, a fronteira do México e o Estado de Israel são realidades que muitas vezes beiram a ficção. Foi em torno desses territórios que cojugam a visão do paraíso e a presença da violência que se estruturou o encontro entre o israelense Etgar Keret e o mexicano Juan Villoro. “Tanto eu quanto Etgar escrevemos sobre paraísos que decepcionam”, resumiu Villoro logo no início.

Filho de sobreviventes do holocausto, Etgar – cujo nome significa “desafio” em hebraico – cresceu vendo na ficção e no humor formas possíveis de lidar com as cruezas do mundo. “O humor é uma maneira de lidar com realidade mantendo a dignidade. Fazemos muito mais piadas sobre os chefes do que os chefes fazem sobrem nós porque eles podem nos demitir enquanto o máximo que podemos fazer são piadas sobre eles. Da mesma maneira fazemos muitas piadas sobre a morte, mas a morte não faz piadas sobre nós.”

Filho de filósofo engajado, Villoro se defrontou com um México violento para onde muitos turistas ricos viajam em busca de “emoções fortes”, pagando, por exemplo, para fazer a travessia “ilegal” da fronteira com os Estados Unidos. A questão serve como pano de fundo para seu novo romance Arrecife (Companhia das Letras), que narra o cotidiano de um resort em forma de pirâmide maia onde perigos de toda espécie são simulados (até que se tornam reais).

“A Paz é muitas vezes evocada como presente de Deus, carrega um caráter messiânico. Mas os conflitos são feitos pelos homens e resolvidos pelos homens”, lembrou Keret, mencionando as possibilidades que a ficção cria de se viver sem conseqüências. “Na ficção posso beijar a mulher que eu quero. Posso tomar o café sabendo que o café não vai derramar.”

(Gabriela Longman)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: