Mesa 17 | Ouvir estrelas

Primeira mesa do domingo tratou da expansão do conhecimento por meio da ciência

Marcelo Gleiser em conversa sobre ciência na manhã deste domingo (3) / Foto: Walter Craveiro

Marcelo Gleiser em conversa sobre ciência na manhã deste domingo (3) / Foto: Walter Craveiro

O que sabemos do universo é ínfimo quando comparado ao que não sabemos. Ainda assim, a ciência trabalha para expandir pouco a pouco o conhecimento sobre o que nos cerca: matéria escura, energia cósmica, galáxias.

Os cientistas e professores Marcelo Gleiser e Paulo Varella entusiasmaram a Tenda dos Autores explicando um pouco do que se conhece sobre a anatomia do céu. “A Ciência é uma espécie de amplificador da realidade. Imagina o que a gente sabia da vida antes do microscópio e depois do microscópio. Antes do telescópio e depois do telescópio”, provocou Marcelo. “Ainda assim, nossa visão da realidade é sempre meio míope”, disse, evocando a Caverna de Platão.

Da plateia vieram perguntas sobre vida fora da terra, mecânica quântica e astrologia. “Eu particularmente não acredito na astrologia. Nós, librianos, somos muito céticos”, brincou Varella, que tem se dedicado a criar cursos para observação do céu a olho nu.

“Se prestarmos atenção na natureza podemos ouvir também as estrelas, as rochas, os minerais, as nuvens […] Eu saio no meu quintal. O que eu vejo? Quem são os planetas nessa multidão?”, disse, defendendo que a iluminação urbana das grandes cidades seja sempre dirigida ao chão e não ao céu ou às arvores.

Pensando sobre a divulgação da astronomia, ele lamentou a quantidade de planetários – 38 no território brasileiro. “É o que existe, em média, em cada Estado americano.”

A discussão também tratou da acepção, já conhecida, de que olhar para o céu é sempre olhar para o passado, dada a distância enorme que a luz precisa viajar. “Quando você olha o sol está vendo o sol oito minutos atrás. Se o sol explodisse agora, a gente só ia saber daqui há oito minutos. Mas também é a última coisa que a gente ia saber na vida”, bem lembrou Marcelo.

(Gabriela Longman)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: